Resenha: Livros para os alunos de Hogwarts

 Resenha: Animais fantásticos & onde habitam

Autor: J. K. Rowling
País: Inglaterra
Editora: Rocco
Mais informações: Skoob 


Sinopse: A acromântula é uma aranha monstruosa de oito olhos e dotada de fala humana, foi desenvolvida pelos bruxos para guardar suas casas ou tesouros... O basilisco, também chamado de rei das cobras, é verde-vivo e pode alcançar até quinze metros de comprimento. Sua criação foi declarada ilegal, desde a época medieval. O dragão é o animal mais mágico do mundo; seu couro, sangue, coração, fígado e chifre têm grandes propriedades ilusionistas.

Estas breves descrições são apenas uma amostra do que o leitor pode encontrar em Animais fantásticos & onde habitam , de J. K. Rowling, escrito sob o pseudônimo de Newt Scamander, e com prefácio do sábio Alvo Dumbledore. Ao livro, adotado pelos professores da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts e considerado uma obra-prima, atribui-se a responsabilidade pelo bons resultados dos alunos nos exames de Trato das Criaturas Mágicas. E a obra não é recomendada só para estudantes. "Nenhuma casa bruxa está completa se não possuir um exemplar." Trata-se de um guia com mais de 80 espécies de animais e seus respectivos hábitos, costumes e origem.

Este exemplar lançado no mundo dos trouxas (não-bruxos) é uma duplicata do Animais fantásticos & onde habitam de Harry Potter, editado, inclusive, com notas informativas que ele e seus amigos fizeram à margem das páginas. Segundo Scamander, Animais... já está em sua 52ª edição e esclarece, entre outras dúvidas, o significado de animal para a comunidade mágica; fornece sua classificação; a percepção dos trouxas sobre esses seres; ensina como e por que mantê-los ocultos em hábitats seguros, desobediência esta que incorre em multa; e faz um histórico das normas impostas pelo Departamento para Regulamentação e Controle das Criaturas Mágicas do Ministério da Magia, ao longo dos séculos, para preservar as feras fantásticas e assegurar aos bruxos o prazer de apreciar seus poderes e beleza.

A escritora escocesa J. K. Rowling cedeu todos os direitos de publicação desta obra para a Comic Relief, uma organização humanitária criada por comediantes britânicos para ajudar crianças carentes. Eles usam o riso para combater a pobreza, a injustiça e a calamidade.

Por exigência da autora, os nomes dos animais foram mantidos na Língua Inglesa, com a tradução entre parênteses. 


Resenha: Precisa de resenha? Gente, muito amor cada linha dedicada a explicar os animais. E as anotações do Harry e do Rony é de cair da cadeira. 



 Resenha: Quadribol através dos séculos

Autor: J. K. Rowling
País: Inglaterra
Editora: Rocco
Mais informações: Skoob 


Sinopse: Se você algum dia quis saber como surgiu o pomo de ouro ou por que o time dos 'Vagamundos de Wigtown' (Wigtown Wanderers) tem a estampa de um cutelo de açougueiro no uniforme, você precisa ler 'Quadribol através dos séculos' (Quidditch throught the ages). Esta edição limitada é uma cópia do exemplar guardado na Biblioteca Escolar de Hogwarts e consultado por jovens fãs do quadribol quase diariamente.

"A renda obtida na venda deste livro reverterá para o Comic Relief, que destinará o dinheiro ao seu trabalho de salvar vidas - um trabalho mais importante e mais surpreendente do que a segunda captura do pomo de ouro, em três segundos e meio, por 'Rodrigo Plumpton' (Roderick Plumpton), em 1921.

Alvo Dumbledore"

Resenha: Realizei meu sonho adolescente comprando esse livro. Saber um pouco mais sobre as regras do quadribol ajudou muito a eu continuar desejando ter uma vassoura :( Ah J.K, quanta criatividade <3


 Resenha: Os contos de Beedle, O bardo

Autor: J. K. Rowling
País: Inglaterra
Editora: Rocco
Mais informações: Skoob 




Sinopse: Os contos foram traduzidos das runas originais pela personagem Hermione, a partir do velho exemplar herdado por ela. São cinco histórias de fadas diferentes entre si. Histórias populares para jovens bruxos e bruxas, contadas há gerações aos filhos à hora de dormir. Pouco se sabe do passado de seu autor, apenas que Beedle, o Bardo, teria nascido em Yorkshire no século XV e possuía uma longa barba; mas suas histórias foram passadas de geração em geração e têm ajudado muitos pais bruxos. Não muito diferente dos contos escritos para pequenos trouxas.
Enquanto nos livros dos trouxas ela está ligada ao comportamento errado, aqui ela está associada aos heróis e às heroínas que são capazes de realizar mágicas para ajudar os outros. Só que ao mesmo tempo bruxos e bruxas descobrem que esta mesma magia pode lhes causar dificuldades e nem sempre é a solução para todos os problemas. Assim como em alguns contos de fadas, as histórias de Beedle podem assustar criancinhas, mas, por outro lado, as inspiram a serem honestas e a usarem seus poderes para o bem, algo que Dumbledore ressalta a todo momento em suas anotações.
A primeira das histórias, “O bruxo e o caldeirão saltitante”, tem como protagonista o filho de um bruxo muito bom que, após a morte do pai, decide não ajudar os outros como o pai o fazia; “A fonte da sorte” mostra a busca de três bruxas e um cavaleiro por uma fonte, cuja água concede boa sorte a todos aqueles que nela se banharem; em seguida, a mais assustadora das narrativas, “O coração peludo do mago”, sobre um velho bruxo incapaz de amar e uma donzela que em muito lembra as donzelas dos contos de fadas trouxas; antes da já conhecida “O conto dos três irmãos”, Rowling apresenta as aventuras da esperta “Babbity, a coelha, e seu toco gargalhante”.

Resenha: Não consigo fazer resenhas sobre nada escrito pela J.K, sério. É algo que me deixa sem palavras - mesmo eu sendo a de maior número delas. Como seria possível uma mente tão brilhante criar até histórias que são lidas para pequenos bruxos, assim como os trouxas tem seus contos de carochinha? 

You Might Also Like

3 comentários

  1. Oi Izabela,

    Para quem é apaixonado por HP, esses livros são presentes de ouro.

    Beijos!
    http://thamirisdondossola.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigatório para alunos do primeiro e segundo ano de Hogwarts :p

      Excluir
  2. Eu to querendo muito ler esses livros, mas na hora de comprar não vem a vontade, da para entender?

    http://perdidoemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Sempre respondo os comentários, visito os blogs de volta e lá, mando novamente a resposta do que foi dito aqui.

Siga também | FB Page A Bela, não a Fera|