Filme | As virgens suicidas

The Virgin Suicides (1999)
On Filmow

Sinopse: "Durante a década de 70, o filme enfoca os Lisbon, uma família saudável e próspera que vive num bairro de classe média de Michigan.
O Sr. Lisbon (James Woods) é um professor de matemática e sua esposa é uma rigorosa religiosa, mãe de cinco atraentes adolescentes, que atraem a atenção dos rapazes da região.
Porém, quando Cecília (Hanna Hall), de apenas 13 anos, comete suicídio, as relações familiares se decompõem rumo a um crescente isolamento e superproteção das demais filhas, que não podem mais ter qualquer tipo de interação social com rapazes.
Mas a proibição apenas atiça ainda mais as garotas a arranjarem meios de burlar as rígidas regras de sua mãe."
Vi sobre esse filme no blog da Carol Botelho.
Nunca tinha lido nada a respeito do filme, muito menos o conhecia. 
Quando falei pra um amigo que assistiria, disse que foi um filme meio traumatizante pra ele porque tinha visto quando bem novo.

De fotografia delicada, retrata a vida das 5 jovens de uma família segura, até que Cecília, a primeira a partir, acaba acarretando uma série de problemas (resolvendo-os?). 
O divertido do filme é não se aproximar tanto do cotiano das meninas, quatro - já que a mais nova se foi. Todo o filme é visto pelo olhar de quatro menino, apaixonados pelas irmãs.  
O roteiro destaca mais uma das irmãs, Lux (Kristen Dust ), durante a descoberta do sexo. 

O filme é bem poético, então, muito forte para jovens e adultos.
Tudo muito romântico, juvenil e em tom pastel.


Pra quem usa TORRENT, segue AQUI o link pra trilha sonora que é muito amor.

E aqui, algumas imagens para que morram de amores, desde já, pelo filme.
 


 "- Oh, bom dia. Nós tivemos fotossínteses de café da manhã hoje?"
 " O que nos temos aqui é uma sonhadora. Alguém totalmente fora da realidade"
Incapazes de ir para qualquer lugar, as garotas viajavam em suas imaginações.  

Outra parte que gostei muito foi o que reescreverei aqui em baixo. Lembrou-me muito dos platonismos da adolescência.

" Sentimos o aprisionamento de ser uma garota, o jeito que fez isso de sua mente, uma sonhadora.  Então você aprendeu quais cores combinavam. Nós sabíamos que as meninas eram na verdade, mulheres fingindo que conheciam o amor e até a morte e o nosso trabalho era somente criar a impressão do que parecia fasciná-las. 
Nós sabíamos que elas sabiam tudo sobre nós. 
E que não podíamos entendê-las completamente."

Apenas... Lindo ♥

You Might Also Like

20 comentários

  1. CARALHO , CASA COMIGO ! eu AAAAAAMOOOO esse filme / livro ! A trilha sonora é incrivel, a fotografia é linda, o sentimento de "???", a história comovente... eu amo essas meninas aí. Beijão!

    Eu.Nomadiando

    ResponderExcluir
  2. Olá Bela!!

    Este filme é incrível, gostei muito.
    Vi que gosta de filmes dramáticos, assisti um filme no fds que passou que se chama "To Write Love on Her Arms", depois me fala se você já assistiu?

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amo drama! Sério!
      Eu estou baixando nesse segundo o filme, Fer, mas não o conhecia. Conheci uma campanha com o mesmo nome (To write love on her arms) em torno de 2009 que era pra ajudar e parar com o suicídio adolescente por todo o mundo.
      Obrigada pela dica!

      Excluir
  3. Nossa! Vi esse filme há muito tempo atrás... Pra mim foi realmente impactante!

    Um beijo.

    http://momentosdelucidezenemtanto.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é a melhor parte: a diretora conseguiu o que queria <3

      Excluir
  4. Amo dicas de filmes!!! nunca assisti esse parece ser muito bom vou assitir.
    bjuxxx
    Casa Cherry

    ResponderExcluir
  5. Olá, eu ainda não vi o filme, é a primeira vez que vejo o trailer e é algo que gostaria de assistir. Ainda não li o livro, mas pretendo.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também pretendo ler o livro. Em um dia distânte. hUIHAUIAHUSIHUHS

      Excluir
  6. Meu Deus, preciso assistir a esse filme. Simplesmente adorei a sua resenha! Parece ser muito bom pelas fotos e pela sinopse. Adoro esse tipo de abordagem! Bjsss www.janelasingular.com.br

    ResponderExcluir
  7. Eu ainda não vi esse filme, mas já vi muitos comentários sobre, tanto que ele acabou entrando pra lista de filmes a assistir. Sobre o final de FSOG vou resumir: o segundo livro é basicamente ele dizendo que abre uma exceção para o relacionamentos deles, meio que admitindo que ele tá apaixonado pela Anastácia e tem tmb um pedido de casamento. Já o terceiro livro conta relatos do casamento, lua de mel e a perseguição que eles sofrem por causa de um cara invejoso hahahahahha Depois ela fica grávida e eles vivem felizes para sempre. Fim! HAUHAUHAUAHA

    needfulglam.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PUTA QUE PARIU, QUE LIXO BABIIIIIII!!! AHSIUHAUISHAUIHSUIAHUSHAIUSHUIAAHUISH

      VOCÊ NÃO FICOU FRUSTRADA?

      Excluir
  8. Há um tempo atrás vi um livro com o mesmo nome e fiquei beeem curiosa. Afinal, que nome né? Hahaha. Mas nem li nada sobre a história ou procurei saber. Achava que era algo de terror ou, sei lá. Mas pelo sua resenha percebo que deve ser uma história fofa (ou entendi errado?). Acho que vou procurar assistir/ler. ♥

    [N]ayh's Wonderland

    ResponderExcluir
  9. Amei sua resenha e sua visão do filme, realmente esse filme mexeu comigo de uma forma intensa.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Sempre respondo os comentários, visito os blogs de volta e lá, mando novamente a resposta do que foi dito aqui.

Siga também | FB Page A Bela, não a Fera|